A História do Armeiro

gunsmith

(Um armeiro no trabalho, 1613)

Ao longo da história a profissão vem desenvolvendo-se com a evolução do armamento empregado na guerra. Engenheiros militares assírios, inventores macedônios de armas e construtores romanos de fortes eram algumas dessas pessoas em suas épocas. A tecnologia altera a visão sobre a guerra desde o início.

Em todos as unidades do exército espanhol havia um armeiro contratado com a função de montar e organizar o armamento. A função foi criada pelo Rei Felipe V em 1702 e adicionada ao corpo militar recebendo salário, alojamento, rações, etc.

Pólvora, estribo, armadura de cota de malha, besta, arco longo, canhão, artilharia, explosivos, armas de fogo portáteis para os soldados, minas terrestres, bombas voadoras, as kalashnikovs, armas químicas, e as armas militares atuais são algumas das invenções que tem estimulado o desenvolvimento desta profissão ao longo da história.

Na Idade Média, os armeiros dedicavam-se a forjar armas, armaduras, arcos, etc. Mais tarde exerciam a função de químicos, fazendo misturas de pólvora com conhaque, melhorando o desempenho das armas existentes, tornando-as menores, mais ligeiras e manejáveis.

Por muitos séculos, a profissão permaneceu neste nível mas, com a chegada das guerras mundiais e, com o advento das armas químicas e nucleares, cientistas transformaram-se em especialistas em armamentos.

Atualmente, o ofício de armeiro lida com reparação, limpeza e comercialização de armas e munição em lojas especializadas, chamadas armarias, a maioria dedicada à caça. Existem por todo o mundo artesãos dedicados a confecção de espadas, armaduras e outros itens destinados ao mercado de colecionadores de armas.

3 comentários

    • janete em fevereiro 3, 2017 às 10:41 am

    Responder

    muito bom o seu artigo

    • Ambrel em fevereiro 24, 2017 às 3:34 am

    Responder

    Queria me informar melhor sobre o programa acho linda essa profissão

      • Propoint em março 1, 2017 às 3:41 pm
      • Autor

      Responder

      Olá Ambrel, poderia deixar seu telefone que o pessoal responsável pelo curso entrara em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

vinte + onze =